Monthly Archives: Fevereiro 2015

FÓRUM FEVEREIRO

A tradição do dia dos namorados

Em Portugal, o Dia dos Namorados é comemorado no dia 14 de Fevereiro enquanto no Brasil se comemora a 12 de Junho. Este dia também é designado por Dia de São Valentim.

Em grande parte do mundo (como EUA, Itália e Canadá), a data escolhida é 14 de Fevereiro, dia de São Valentim (São Valentino, para alguns, ou o Valentine’s day dos americanos), um santo devotado à ideia do amor.

Na verdade, há dois santos “Valentim”. Um deles foi um padre, santo e mártir, que viveu no tempo do império romano, no ano de 269, durante a perseguição aos cristãos.

Segundo a lenda, o imperador Cláudius II estava mais interessado no seu exército e nas guerras do que na vida em família , pois estava convencido de que os solteiros, sem esposas nem filhos, eram melhores soldados do que os casados e não teriam medo no campo de batalha.

Tanto era verdade, que o imperador foi mais longe a ponto de ditar uma lei proibindo o casamento. São Valentim, contudo, desafiou o imperador e continuou a celebrar matrimónios em segredo, até ser descoberto, preso e executado.

O outro São Valentim também viveu sob o império romano. Ele levava uma vida simples e era especialmente bondoso com as crianças. Um dia, Valentim foi preso pelos romanos por se ter recusado a adorar os deuses deles. Dizia-se que as crianças escreviam mensagens de amor para ele e as lançavam pela janela da cela. Estes foram os primeiros cartões do “Dia dos Namorados”. Mas não existe nenhum registo histórico disso.

Os cartões que conhecemos hoje foram feitos pela primeira vez por volta de 1800 e alguns eram bem enfeitados e decorados com pássaros e flores. Hoje, alguns dos cartões mais populares são os de humor.

No Brasil, apesar de ser comemorado às vésperas do dia de Santo António, o famoso santo casamenteiro, tudo começou com uma campanha realizada em 1949 pelo publicitário João Dória – na época na Agência Standard Propaganda – sob encomenda da extinta loja Clipper.

Para melhorar as vendas de Junho, então o mês mais fraco para o comércio, e com o apoio da confederação de Comércio de São Paulo, instituiu a data com o slogan:

“Não é só de beijos que se prova o amor”.

A Standard ganhou o título de agência do ano e a moda pegou, para a alegria dos comerciantes. Desde então, 12 de Junho tornou-se uma data especial, unindo ainda mais os casais apaixonados, com direito a troca de presentes, cartões, bilhetes, flores, bombons…. uma infinidade de opções para se dizer “Amo-te!”.

Nem todos os países comemoram o dia dos namorados como nós fazemos. Em Itália, as pessoas fazem um grande banquete no dia 14 de Fevereiro. Em Inglaterra, as crianças cantam canções a recebem doces e rebuçados dos seus pais. E na Dinamarca, as pessoas mandam flores prensadas umas às outras, chamadas “flocos de neve”.

No Japão a data foi introduzida em 1936 e o costume neste dia é de as mulheres presentearem os seus amados com caixas de chocolates. Embora a data represente uma oportunidade para as mulheres declararem o seu amor, nos últimos anos o “giri choco” (chocolate de cortesia ou “obrigação”) também se encontra presente na lista de compras de grande parte da população feminina. Mas, muita gente ainda hesita em adotar a data, alegando que se trata de uma estratégia comercial, no que não deixam de ter razão, uma vez que o Valentine’s Day representa cerca de 20% do volume anual de vendas das fábricas de chocolate do arquipélago. Mas, o que vale mesmo é a intenção e não há como negar que a vida fica um pouco mais doce com estas declarações de amor e com estes chocolates.

Nos Estados Unidos nos dias que antecedem 14 de Fevereiro, lojas de cartões, livrarias, lojas de departamentos e drogarias oferecem uma grande variedade de cartões comemorativos chamados Valentines.

Os adultos costumam comprar cartões para acompanhar presentes mais elaborados como doces, flores ou perfumes.

Nas escolas as crianças apreciam fazer presentes ou cartões para seus amigos e professores.

Muitas escolas decidem dar a conhecer aos seus alunos o porquê e as causas do aparecimento do Dia De São Valentim, entre nós mais conhecido por Dia dos Namorados, assim como as actuais repercussões no nosso país e no mundo.

Em contexto de escola podem-se fazer apresentações de pequenas histórias sobre a vida e morte de Valentim que depois são devidamente exploradas pelos alunos, estimulando o diálogo e a exposição de ideias e pareceres por todos os participantes.

O objectivo é dar a conhecer às crianças os nossos hábitos e costumes, de forma a motivar o seu interesse uma vez que aos poucos vão-se perdendo algumas das nossas tradições. Podem, também, ser apresentadas canções alusivas ao tema.

Este mês proponho-vos uma reflexão/debate sobre o tema do DIA DOS NAMORADOS, pesquise ou identifique maneiras de comemorar este dia com as crianças ou partilhe a sua opinião/experiência:

Devemos incentivar as crianças a festejar este dia? O que acham mais correcto Dia dos Namorados ou Dia dos amigos? O que dizem às vossas crianças em sala de aula/casa?

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Rita Lourenço