Fórum do mês de novembro – A prevenção e tratamento da gripe em crianças

5008095_4x3

Chegou o tempo frio e com ele a famosa gripe que não deixa ninguém indiferente. Este mês vamos falar sobre a gripe nas crianças, sintomas e tratamento .

A gripe é uma infeção respiratória aguda de curta duração. É causada pelo vírus Influenza, que ao entrar no nosso organismo pelo nariz, multiplica-se, disseminando-se para a garganta e restantes vias respiratórias, incluindo os pulmões. Os primeiros sintomas da doença surgem entre 1 a 4 dias após a infeção pelo vírus– é o chamado período de incubação – e a sua severidade varia de acordo com a pessoa infetada.

Sintomas

Nas crianças, os sintomas dependem da idade. Nos bebés, a febre e prostração são as manifestações mais comuns. Os sintomas gastrintestinais (náuseas, vómitos, diarreias) e respiratórios (laringite, bronquiolite) são frequentes. A otite média pode ser uma complicação no grupo etário até aos 3 anos. Na criança maior os sintomas são semelhantes aos dos adultos.

Determinadas complicações podem surgir aliadas a sintomas mais graves, como o desenvolvimento de bronquite e pneumonia.

Tratamento da gripe em crianças e bebés

Para a febre, não é necessário o uso de antibióticos. Os antibióticos só serão receitados pelo médico no caso em que a febre se prolongue por mais de 3 dias.

O tratamento da gripe consiste na redução dos sintomas com o uso de nebulizadores para a desobstrução das vias respiratórias altas (quando o médico achar  necessário), o repouso do paciente, e a contínua ingestão de líquidos.

Aqui fica um video útil  sobre as medidas a tomar.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, relacionados com os temas propostos nas Unidades, no âmbito da formação. O conhecimento e a adoção de medidas preventivas é muito importante quando falamos de gripe e de crianças, onde o contágio se dá muitas vezes na escolinha ou então através de um elemneto da família.

Participe e desenvolva, no seu ponto de vista, o tema exposto a debate. Se desejar, apresente exemplos representativos do que pretende ilustrar. Pode ainda comentar as participações dos colegas.

O post de cada formando não deve exceder a pág. A4 e deve ser submetido até ao final da semana. A sua participação conta 20% para a avaliação da Unidade.

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e o curso que está a realizar para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Anúncios

45 thoughts on “Fórum do mês de novembro – A prevenção e tratamento da gripe em crianças

  1. e muito importante uma criança vacinar-se contra a gripe ou contra outra coisa qualquer. tenho um filho por exemplo de 18 meses que esta sempre com o pingo no nariz e desde que nasceu a fazer mascaras e febre muito alta e isso preocupa-me imenso porque nao sei mesmo o que fazer. secalhar com a vacina ou ajudava ou nao. mas a vacina devia ser obrigatoria.

  2. Em resposta a esta questão pertinente na atualidade informo que concordo com exposto. As crianças são mais expostas ao vírus da gripe do que os adultos por não terem ainda desenvolvido as defesas para o combate a esta doença. Como adultos responsáveis devemos estar atentos aos sinais que a criança possa desenvolver, nomeadamente a prostração e a falta de vontade de comer. informo que no ATL onde trabalho já tive situações semelhantes e costumamos medir a temperatura e dar Ben u Run e se notarmos que a criança não tem melhorias informamos os pais e eles decidem o que é melhor para as crianças.

    Cláudia Silva Puericultura EL6948R

  3. Utilizador: EL6947R
    Estou de acordo com o vídeo, também à outros métodos para baixar a febre como por exemplo colocar toalhas pequenas molhadas com água fria nas covas dos braços e na testa.
    Também manter a criança num local fresco, com pouca roupa e afastada de fontes de calor como aquecedores e radiadores. Quanto mais alta for a febre da criança, menos agasalhada deve estar, deve- se dar frequentemente pequenas quantidades de água, sumos de fruta ou leite, sempre que peça , não se deve forçar a criança comer nem a beber, quando estão com febre.

  4. Boa tarde, que coincidência! O tema abordado deste mês, sobre a gripe, veio mesmo a propósito na altura em que estou a estudar a Unidade 5 e esta unidade aborda sobre a saúde, a contaminação, os cuidados que devemos ter quando a criança está doente (tanto em casa, como na escola)… A gripe é “chata” para todos nós, por vezes não conseguimos evita-la, principalmente nos tempos de frio e chuva, mas depois de curada, ficamos como novos. No Fórum, relativamente a este tema, o texto está impecável e o video também é muito útil. Pelo o que já estudei da Unidade 5, quando uma criança está doente (febre, vómitos) tanto os pais como os educadores, só devem dar a medicação, quando é receitada pelo médico, e caso seja necessário. Para baixar a febre podemos passar panos húmidos na testa e na nuca, dar banho de água fria à criança, faze-la beber muitos líquidos para hidratar e a dieta deve ser ligeira. Se for um puericultor/a que está doente, e se vai tratar de crianças, deve utilizar uma máscara própria para não contaminar. As vacinas, a higiene também são ingredientes importantes para prevenção de doenças. Pois, por exemplo as mãos, o tacto é onde se apanha mais micróbios, o que devemos lava-las muitas vezes, principalmente quando vamos comer. Mas tudo o que eu falei aqui, é algo que todos nós sabemos, mas para as crianças requer um cuidado mais especial 🙂

    1. Cara aluna Vanessa, muito obrigada pela sua participação. É um tema que está “fresco” na sua memória e que deve ser sempre recordado porque e muito importante estar alerta e prevenir. Continuação de um bom estudo!

  5. A gripe é uma condição própria da época. Contudo, as crianças são mais vulneráveis a esta doença. Frequentando a creche ou escola, o problema agrava-se pois a gripe “espalha-se” por todos. Para uma boa gestão deste problema a colaboração dos pais é essencial. Em primeiro lugar porque não devem levar as crianças doentes para a escola, pois além de apegar aos colegas, as crianças por estarem doentes não se sentem fisicamente bem, sendo normal ficarem prostradas e aborrecidas.
    Um dos principais cuidados a ter é hidratar bem a criança e resguarda-la.

    Josefa Sousa EL6416P

  6. É importante nesta altura do ano e com o inverno a aproximar-se que as crianças tenham o vestuário adequado ao clima. Com as variações de temperatura que se fazem sentir nesta altura é normal as crianças ficarem com nariz entupido, com tosse , sintomas de constipação. E na escola é onde se propagam com mais facilidade os vírus devido ao contacto permanente que as crianças mantêm umas com as outras. Não se podendo evitar o contacto nem a propagação do vírus torna-se importante manter hábitos de higiene diários e ensinar à criança o que pode fazer na escola de maneira a minimizar os riscos como lavar com frequência as mãos, evitar tossir para cima dos colegas utilizando sempre um lenço de papel. Em casa pode-se aplicar o soro fisiológico para limpar as vias nasais ou fazer vapores. Só em último caso recorrer aos centros hospitalares. Manter a criança em casa até a sua recuperação completa. E como no vídeo o médico disse é importante respeitar a vontade da criança em relação à alimentação porque é normal perderem o apetite , ficarem com menos energia, melancólicas ,etc. Em relação á vacinação provavelmente ajudará nas defesas da criança. No caso da minha milha filha levou todas as vacinas e no entanto no 1o ano de escola teve 2 infecções respiratórias seguidas. Para além da medicação,na minha opinião, acho que uma boa alimentação também pode ser uma grande ajuda preventiva. O importante no fundo é dar.lhes o que necessitam para uma boa recuperação , paciência e muito carinho .

    Raquel Monteiro, Educação Infantil, EL6786R

  7. Este tema é muito interessante pois a nossa sociedade por vezes não sabe lidar com crianças em gripadas e tendem a fazer tudo ao contrário.
    Na minha opinião quando virmos que a criança esta apresentar os primeiros sintomas de gripe não a devemos expor em contacto com outras crianças visto que elas são “frágeis” pois não possuem tantas defesas imunitárias como um adulto. Em seguida a criança deve ser levada a um especialista onde ele possa avaliar o nível em que a doença se encontre e a recomendar lhe a melhor fora de tratamento, pois não devemos dar medicação sem ordem de um especialista.
    A prevenção contra esta doença deve ser tomada pelos pais da criança, onde este devem lhe dar a vacinação contra a gripe e terem em atenção os cuidados básicos de higiene. A vacinação deve ser tomada anualmente, onde esta serve para não contrair a doença ou, se caso isso não aconteça que a gripe seja mais leve com menores riscos de complicações.
    Os pais e os educadores devem ensinar as crianças que quando tossirem ou espirarem devem sempre colocar a mãos a frente da boca/nariz, para evitar a propagação das partículas que o vírus possui e que em seguida lavem as mãos com agua e sabão para não transmitirem a doença por contacto.
    Eu concordo quando se diz que não devemos forçar a criança a comer, pois isso pode provocar vómitos e a criança a acaba por ficar ainda mais debilitada ,com menos defesas e desidratada, devemos também dar lhes um certo “espaço” pois elas quando estão doentes tendem a ser mais rabugentas e a não ter apetite para nada.

    Joana Antunes, educação infantil.

  8. Erika costa curso Educação infantil e Puericultura EL6139P.
    Concordo com o Sº Dº ,mas também sou um pouco do tempo da minha vó ,se temperatura oscila ,já começo com prevenção mel ,chá de limão e gengibre ,etc, próximo ao inverno previno com vitamina C ,para meu filho de 6 anos e para mim ,essa pratica se tornou habitual apois uma recomendação médica pois a vitamina C ajuda a ficamos mais resistente ao vírus da constipação .
    Penso que nos infantários ou creche como estão muitas crianças juntas e as vezes cada uma com seu vírus ,e janela fechadas, aquecimento, cortinados ,tapetes e bicho de pelúcia ,pronto junta ácaros +vírus ,uns constipa outro constipa e ataca a bronquite etc ,acho que todos os infantários e creches deveria abrir todas as janela antes das crianças chegarem ,não ter cortinados mais sim estores ,não ter bicho de pelúcia ,e o aquecimento sim mais sempre algum ar puro entrando ,o ar e muito importante no inverno .Nos dias bem frio sair com a cabeça tampada ,garganta e um bom casaco e calçado ,pois precisamos estar protegidos .

  9. Nesta altura do ano, em que o frio chega, chegam as “desgraças”, gripes, constipações, o pingo a toda a hora, a tosse que teima em ficar. Enfim uma desgraça. Quando se trata de crianças pior é a situação, pois eles são mais vulneráveis que nós adultos.
    Eu tenho um filho de 17 meses e tento por tudo prevenir que ele apanhe seja o que for, mas nem sempre depende de nós. Tenho sempre cuidado com a alimentação dele, com o vestuário (na hora de saída mais parece que vamos para o pólo norte, de tal eu o cubro), com a higiene, pois essa é essencial para a prevenção de muitas gripes. Mas nem sempre depende de mim, visto que ele agora frequenta o infantário. Eles têm a obrigação de tratar bem das crianças, como é obvio, mas por vezes sei que a limpeza das mãos não acontece. Basta uma criança estar mais fragilizada que outra, o vírus espalha-se a uma velocidade doida, logo as crianças que mexem em tudo, que metem as mãos à boca a toda a hora. A nível de higiene gosto de ser bastante cuidadosa. Prevenção acima de tudo.
    O meu filho já teve constipações, febres, diarreia, mas nada de muito grave. Teve uma otite uma altura, febre alta e pouco apetite. Fiz o que pude para resolver o problema o mais rápido possível, medicação como o vídeo aconselha, beber muita água (principalmente em caso de febre), muita calma e sobretudo com muito amor e paciência. Para a prevenção quanto a infeções das vias respiratórias a pediatra aconselhou um pó diluído. Para já, está tudo a correr bem, mas como o frio veio para ficar mais uns meses toda a prevenção e cuidado é essencial em crianças.

    Stephanie Lopes – Curso de Puericultura

    1. Cara aluna Stephanie Lopes, muito obrigada pelo seu comentário e pela partilha das suas experiências pessoais que são sempre uma mais valia para aumentar o nosso conhecimento sobre o tema. Continuação de um bom estudo!

  10. Nesta altura do ano, em que o frio chega, chegam as “desgraças”, gripes, constipações, o pingo a toda a hora, a tosse que teima em ficar. Enfim uma desgraça. Quando se trata de crianças pior é a situação, pois eles são mais vulneráveis que nós adultos.
    Eu tenho um filho de 17 meses e tento por tudo prevenir que ele apanhe seja o que for, mas nem sempre depende de nós. Tenho sempre cuidado com a alimentação dele, com o vestuário (na hora de saída mais parece que vamos para o pólo norte, de tal eu o cubro), com a higiene, pois essa é essencial para a prevenção de muitas gripes. Mas nem sempre depende de mim, visto que ele agora frequenta o infantário. Eles têm a obrigação de tratar bem das crianças, como é obvio, mas por vezes sei que a limpeza das mãos não acontece. Basta uma criança estar mais fragilizada que outra, o vírus espalha-se a uma velocidade doida, logo as crianças que mexem em tudo, que metem as mãos à boca a toda a hora. A nível de higiene gosto de ser bastante cuidadosa. Prevenção acima de tudo.
    O meu filho já teve constipações, febres, diarreia, mas nada de muito grave. Teve uma otite uma altura, febre alta e pouco apetite. Fiz o que pude para resolver o problema o mais rápido possível, medicação como o vídeo aconselha, beber muita água (principalmente em caso de febre), muita calma e sobretudo com muito amor e paciência. Para a prevenção quanto a infeções das vias respiratórias a pediatra aconselhou um pó diluído. Para já está tudo a correr bem, mas como o frio veio para ficar mais uns meses toda a prevenção e cuidado é essencial em crianças.

    Stephanie Lopes – Curso de Puericultura

  11. Utilizador: EL6714REL
    Acho a vacinação um método importante no que diz respeito á prevenção da gripe nas crianças e não só acho também muito importante nos idosos.
    Quando o virus afecta uma criança, é normal que essa criança fique mais em baixo mais quieta que não queira brincar, e provavelmente não tenha tanto apetite. concordo que nessa altura não devemos insistir com a criança para ela comer.
    Devemos fazer os possiveis para que a criança se sinta bem, medicando-a de acordo com as indicações médicas, se for possivel fazendo nebulização para que as vias respiratórias fiquem mais aliviadas, para que consigam até de noite dormirem melhor.
    Mónica Vieira, Curso puericultura

  12. É importante a higienização que temos com as crianças assim como nos adultos, assim evitamos o contagio de micróbios e bactérias possíveis, o cuidado de lavarmos as mãos por exemplo e um factor importante é com elas que tocamos e mexemos em tudo e a seguir mexemos na boca nariz etc sem o cuidado de as limparmos, e no caso das crianças isso é bastante frequente pois as crianças mexem em tudo, temos também o factor do cuidado de andar protegido do frio e diferentes temperaturas repentinas, e muito perigoso, os ar condicionados nos carros que todos nós gostamos para estarmos mais quentinhos e que é um perigo para as crianças.
    Quanto ao aparecimento dos sintomas, à febre, falta de apetite, pingo ao nariz devemos de imediato consultar um medico, cada criança é diferente e cada caso é um caso é importante medicar bem a criança para o seu problema, e não tomarmos a auto-estima de as vezes dar-mos certos medicamentos sem sabermos, porque podemos medicar mal uma criança e piorar a sua situação.
    É importante também a criança estar sempre hidratada, a ingestão de liquidos é importante.
    Contudo devemos ter paciência, atenção, cuidado para dar à criança porque nestas alturas estão mais vulneráveis.
    Carina Carreira, Educação Infantil, EL6960R

  13. Olá colegas bem este tema veio para fazer companhia ao frio e chuva. Cá por casa temos um asmático e um bebé de 4 meses e meio , resultado? Muitas constipações que passam de um para o outro. É complicado mas prevenindo num menos probabilidades de o outro ter também, por acaso ainda não me informei mas creio que o meu filho tem direito á vacina da gripe, mas deveria ser para todas as crianças e não só grupos de risco, numa criança pode evoluir rapidamente para algo mais, todos os cuidados são poucos.
    Quanto ao mais crescido quando se constipa o tratamento passa por ben-u-ron se for uma febre alta, se for mais ligeira toalhas frias e banho de água tépida nunca fria o choque pode provocar problemas. Coloco Vicks na planta dos pés com meias quentes, e como ele faz serataide diariamente ajuda a limpar, chá de mel e limão ou leite com mel ao deitar.
    O bebé soro fisiológico várias vezes ao dia, aspiração nasal, ben-u-ron no caso de febre ou dispo da cintura para baixo pois é pelos pés que libertamos mais calore á noite coloco o difusor de óleos da Vicks no quarto e fica bom num instante. O resto vem dos cuidados que nós pais temos, a lavagem das mãos, cuidado ao tossir e espirrar e se estivermos doentes evitarmos contactos sem desinfecção das mãos.
    Cumprimentos para todos

    Andreia Veiga Puericultura EL7036S

  14. A gripe é um viro que se instala no corpo da gente durante sete dias então é normal que durante sete dia a criança fica com nariz escorrendo não come direito, mas se passar disso tendo febre ainda e estar com muita tosse procura o pediatria porque poder ser uma coisa a mais .
    Para combater a gripe : quando a criança ter um pouquinho de febre nos primeiro e segundo dia , se tiver com 37 ou 37,5 da um banho morno , procura o médico a partir 37.8, quando a criança tiver gripe, a primeira coisa que você deve fazer é ter um termómetro em mão tira sempre a temperatura em cada 4 hora se a febre persistir e não passar procura um médico. deixar o bebé numa posição mais eleva para ajudar os fluidos do nariz a descer ,manter a criança bem hidratada seja com água ou com o leite materno porque o leite materno tem anticorpo, usar sorinho indicado pelo pediatria do seu bebé, ou fazer inalação, fazer limpeza nasal com o soro fisiológico, e também podemos corta uma cebola e colocar num prato e por no quarto da criança porque a cebola liberar algum tipo de acido que alivia a tosse e ajuda na respiração, evitar dar banho ao bebé quando tiver muito frio, e para tosse pode fazer xarope de canela em pó com mel, não deixar o mel escuro,esse xarope é para bebé acima de um ano porque a canela é forte para o bebé com menos de um ano, ou xarope de cebola ,dar banho em água morna agasalhar muito bem a criança.

    1. Cara aluna Francisca Luciano, muito obrigada pela sua participação. Quando os sintomas não passam ou quando se agravam é importante levar a criança ao médico para que possa fazer um diagnóstico. Continuação de um bom estudo!

  15. A gripe é um viro que se instala no corpo da gente durante sete dias então é normal que durante sete dia a criança fica com nariz escorrendo não come direito, mas se passar disso tendo febre ainda e estar com muita tosse procura o pediatria porque poder ser uma coisa a mais .
    Para combater a gripe : quando a criança ter um pouquinho de febre nos primeiro e segundo dia , se tiver com 37 ou 37,5 da um banho morno , procura o médico a partir 37.8, quando a criança tiver gripe, a primeira coisa que você deve fazer é ter um termómetro em mão tira sempre a temperatura em cada 4 hora se a febre persistir e não passar procura um médico. deixar o bebé numa posição mais eleva para ajudar os fluidos do nariz a descer ,manter a criança bem hidratada seja com água ou com o leite materno porque o leite materno tem anticorpo, usar sorinho indicado pelo pediatria do seu bebé, ou fazer inalação, fazer limpeza nasal com o soro fisiológico, e também podemos corta uma cebola e colocar num prato e por no quarto da criança porque a cebola liberar algum tipo de acido que alivia a tosse e ajuda na respiração, evitar dar banho ao bebé quando tiver muito frio, e para tosse pode fazer xarope de canela em pó com mel, não deixar o mel escuro,esse xarope é para bebé acima de um ano porque a canela é forte para o bebé com menos de um ano, ou xarope de cebola ,dar banho em água morna agasalhar muito bem a criança.
    Francisca Manuel Luciano nºEL6739 Curso puericultura.

  16. A gripe é um viro que se instala no corpo da gente durante sete dias então é normal que durante sete dia a criança fica com nariz escorrendo não come direito, mas se passar disso tendo febre ainda e estar com muita tosse procura o pediatria porque poder ser uma coisa a mais .
    Para combater a gripe : quando a criança ter um pouquinho de febre nos primeiro e segundo dia , se tiver com 37 ou 37,5 da um banho morno , procura o médico a partir 37.8, quando a criança tiver gripe, a primeira coisa que você deve fazer é ter um termómetro em mão tira sempre a temperatura em cada 4 hora se a febre persistir e não passar procura um médico. deixar o bebé numa posição mais eleva para ajudar os fluidos do nariz a descer ,manter a criança bem hidratada seja com água ou com o leite materno porque o leite materno tem anticorpo, usar sorinho indicado pelo pediatria do seu bebé, ou fazer inalação, fazer limpeza nasal com o soro fisiológico, e também podemos corta uma cebola e colocar num prato e por no quarto da criança porque a cebola liberar algum tipo de acido que alivia a tosse e ajuda na respiração, evitar dar banho ao bebé quando tiver muito frio, e para tosse pode fazer xarope de canela em pó com mel, não deixar o mel escuro,esse xarope é para bebé acima de um ano porque a canela é forte para o bebé com menos de um ano, ou xarope de cebola ,dar banho em água morna agasalhar muito bem a criança.
    Francisca Manuel Luciano nºEL6739 Curso puericultura.

  17. Por viver num país tropical estou habitual a conviver com este mal em praticamente todo o ano, apesar deste se agudizar nas epocas mais frias.
    Realmente as criancas sao as primeiras a sofrer.
    Assim que surgem os primeiros espirros, usamos de imediato o soro fisiologico e abundantes liquidos (evitar o leite sempre que possivel) para que as secrecoes fluam e o bebe nao sofra com os famosos intupimentos nasais, um analgeco em caso de febre, ate a Ida ao pediatra caso haja persistencia dos sintomas.
    As medidas de higiene tambem sao muito importantes para a evitar o contagion do virus para o resto da familia ou ainda em outras criancas , no caso infantarios.
    Normalmente nao se aceitam criancas com febre nos centros infantis

  18. Por viver num país tropical estou habitual a conviver com este mal em praticamente todo o ano, apesar deste se agudizar nas epocas mais frias.
    Realmente as criancas sao as primeiras a sofrer.
    Assim que surgem os primeiros espirros, usamos de imediato o soro fisiologico e abundantes liquidos (evitar o leite sempre que possivel) para que as secrecoes fluam e o bebe nao sofra com os famosos intupimentos nasais, um analgeco em caso de febre, ate a Ida ao pediatra caso haja persistencia dos sintomas.
    As medidas de higiene tambem sao muito importantes para a evitar o contagion do virus para o resto da familia ou ainda em outras criancas , no caso infantarios.
    Normalmente nao se aceitam criancas com febre nos centros infantis

  19. A gripe é uma das doenças mais comuns no mundo,mais frequentes no inverno ou em períodos mais frios e de baixas temperaturas.A doença é transmitida por inalação de partículas infetadas no ar ou pelo contato com a pessoa infetada.Normalmente a gripe não apresenta complicação e costuma melhorar dentro de 5 dias,porém mal tratada pode evoluir para um quadro de pneumonia.O primeiro sintoma é febres altas com mais de 38,dor de cabeça dor de corpo dor de olhos,sensação de mal estar,fraqueza,tosse,dor de garganta.Deve-se prevenir com a vacinação ,hábitos e cuidados básicos de higiene,cobrir ou proteger a boca ao tossir ou espirrar e manter as mãos limpas são as medidas básicas que ajudam a diminuir o risco de contágio a outras pessoas.Tratamento é feito com analgésicos,repouso e hidratação.Em creches ou infantários os pais tem um papel primordial,pois devem resguardar as crianças para que naõ piorem nem contaminem os outros.

  20. Em período de maior surto, propaga-se muito mais facilmente e as crianças acabam por ser uma alvo muito fácil. Quando o frio invade o seu dia a dia, não há quem escape e os mais pequenos são particularmente afectados. O período de contágio nas crianças pode ter uma duração superior a uma semana. Além dos sintomas dos adultos, nas crianças a gripe pode provocar sintomas gastrointestinais. Os sintomas mais comuns são náuseas, vómitos, diarreia e dor abdominal. É possível que nas crianças com idade inferior a quatro anos cause também prostração. A febre tende a ser mais elevada nas crianças e a otite medias pode ser uma complicação frequente nas crianças de um a três anos.
    A criança que contrai esta doença deve permanecer em casa a repousar, reduzindo-lhe, na medida do possível, contacto com outras pessoas, nomeadamente outras crianças. Usar lenços de papel de utilização única, vigie a temperatura regularmente, ingerir muitos líquidos e apostar numa alimentação saudável, evitar mudanças de temperatura, não agasalhe demasiado, crie uma atmosfera húmida se ele tiver tosse, aplicar soro fisiológico para descongestionar o nariz e não lhe administrar antibiótico, este não atuam em infecções virais.

    Cristina Marvanejo, puericultura

    1. Cara aluna Cristina Marvanejo, muito obrigada pelo seu comentário. As crianças são mais vulneráveis pelos compotamentos que têm e por não conseguirem se proteger sozinhas. Assim, é muito mportante o nosso papel como educadores. Continuação de um bom estudo!

  21. A vacinação e obrigatória no campo de proteger a criança mais facil. Um dos principais cuidados a ter é hidratar bem a criança e resguarda-la. Os infantais nao aceitaram as crianças com febres e com esses sintomas os pais tem um papel muito activo nesse aspecto.

    Ana Constâncio , Educaçao infantil , EL6959R

  22. A gripe é uma doença transmitido pelo virus influenza. Este virus se dispersa pelo ar e se contagia através do ar que respiramos ou pelo contacto directo quando o doente tosse, espirra ou fala.
    Durante os dias de frio, a maioria das pessoas prefere estar em lugares fechados onde a propagação do virus que ,viajam atravéis do ar , pode facilmente infectar qualquer um , especialmente as crianças devido ao seu sistema imunológico fraco .Nesta epoca , os pais devem estar atentos a variação de temperaturas abruptas que pode ser uma das causas da doenca.
    Caso a crianca tenha gripe , é impotante que se faça o tratamento para reduzir alguns sitomas mais graves como altas febres, pneumonias , bronquite etc.
    Quando a criança estiver com gripe é aconselhavel repousar em casa por alguns dias , pois o corpo fica debil com fraquesa , também evita a contaminação as outras crianças
    Torna se necessário ensinar a criança hábitos básicos de higiene como lavar as mãos com frequência, evitar tossir para cima das outras crianças, tapar a boca com o braço, ( fazendo ângulo no cotovelo) caso nao tiver lenço de papel por perto .
    Manter a criança hidratada com a ingestão de líquidos como água , sumos de fruta e leite éfundamental. Nao se deve forçar a comer, por isso ,deve se atenteder o seu apetite segundo os conselhos do Dr.

  23. Como prevenir
    A proliferação de gripes, resfriados e, principalmente, alergias, estão diretamente relacionadas a qualidade do ar atmosférico. O ar que é mais agradável ao ser humano, saudável, é um ar que esteja limpo, mais quente, mais úmido. Nos dias mais frios, o clima está mais seco e, por isso, mais poluído. Como as vias respiratórias ficam sobrecarregadas – porque o ar que chega ao nariz e aos pulmões estão com uma qualidade pior – o corpo fica mais suscetível a infecções.
    Abaixo, você confere dicas para prevenir contaminações:
    

- Evite levar seu filho a locais fechados e com aglomerações, como shoppings e buffets;
    

- Estimule as crianças a lavar as mãos várias vezes ao dia. Elas são a principal forma de contágio;
    
- Aplique soro fisiológico no nariz de seu filho pelo menos 4 vezes ao dia para evitar o ressecamento da mucosa ou o “entupimento” nasal;
    

- Ofereça bastante líquido às crianças para que elas fiquem hidratadas e possam enfrentar o tempo seco com mais facilidade;
    

- Mantenha a casa sempre limpa e arejada; 


    – Se for usar um umidificador, fique atenta e monitore-o para ter certeza de que o local não está ficando, ao contrário do que se quer, úmido demais, favorecendo a proliferação de fungos. 

No período em que a criança estiver gripada, algumas atitudes podem melhorar os sintomas. Essas ações também são aconselháveis para os alérgicos.
    

- Limpe a casa com pano úmido e aspirador de pó diariamente. As vassouras levantam poeira;
    

- Troque as roupas de cama da criança duas vezes por semana; 


    – Retire tapetes, carpetes e bichos de pelúcia do quarto de seu filho;
    

- Não entulhe coisas em estantes, para evitar o acúmulo de poeira;
    

- Se puder, não deixe gatos e cachorros entrarem em casa. Os pelos dos animais são agentes agressores ao sistema respiratório, principalmente de quem tem asma, rinite ou está gripado.

    Maria costa
    Puericultura EL6352P

  24. Encerramento do Fórum.

    Caros alunos e alunas,
    Gostei muito das vossas participações no Fórum/Blog deste mês.
    Os vossos comentários, foram muito enriquecedores, ponderados e devidamente fundamentados, especiais, cada um em particular. Apresentaram exemplos, críticas, e opiniões pertinentes. Mostram o vosso interesse e conhecimento sobre o tema apresentado.

    Todos cumpriram os objetivos propostos de refletir sobre esta temática do âmbito do nosso curso.

    Gostaria de relembrar que o fórum está aberto à participação dos alunos, não só nos comentários, como também na elaboração de artigos ou escolha de temas. Fico a aguardar a vossa contribuição.

  25. É muito importante que todas as crianças vacinar-se contra a gripe ou outras vacinas que sejam adequadas para as crianças. As crianças quando estão doentes com
    febre,gripe etc nunca se deve forçar a criança para comer, porque há casos por aí que quando a criança não quer comer a mãe esforça o filho para comer tudo que até a criança acaba sempre por vomitar é muito importante saberem que nunca se deve forçar a criança quando está doente. Quando as crianças estão doentes não devem ir para a escola, porque o problema agrava-se pois a gripe “espalha-se” para todos os que rodeiam. Devemos sempre fazer os possíveis para que a criança se sinta bem, medicando-a de acordo com as indicações médicas.

  26. Uma gripe, é uma pequena infecção viral respiratória, pode tirar o sono da criança e também dos pais. Por isso, estes devem ficar sempre alertas sobre os sintomas desta incómoda doença que afasta a criança de suas atividades.

    Segundo a pediatra Lorena Mesquita, além da temperatura, outro fator determinante para contaminação é a proximidade de outras pessoas gripadas. Com crianças em idade escolar, o vírus da gripe espalha-se mais rapidamente, pois elas convivem em grupos nas escolas ou creches por onde o vírus circula de maneira contínua.

    A nível de prevenção o melhor mesmo será ter uma alimentação saudável, aumentar a hidratação e a alimentação de frutas e verduras com vitamina C, e claro a vacina.

    Cláudia Silva, EL5912P, Educação Infantil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s