Fórum do mês de julho – A importância da música no desenvolvimento infantil

perspectives_baby-music

A música está a ser introduzida na educação de crianças em idade pré-escolar devido à importância que representa no seu desenvolvimento intelectual, sensorial, no desenvolvimento da linguagem e desenvolvimento motor.

A música é um elemento fundamental nesta primeira etapa do sistema de ensino. A música ajuda a criança a alcançar a autonomia nas suas atividades diárias, a cuidar de si mesmo e do ambiente, e a expandir seu mundo de relações. A criança começa a ser capaz de integrar-se ativamente na sociedade.

Benefícios da música no desenvolvimento das crianças:

1. Segurança: dá segurança emocional, confiança, porque as crianças aprendem a ouvir música imersos numa uma atmosfera de apoio, cooperação e respeito mútuo.

2. Aprender: a fase de alfabetização das crianças é mais estimulada com a música. Através de canções infantis, nas quais as sílabas são rimados e repetitivas, e acompanhadas por gestos que são feitos para cantar, a criança melhora a sua fala e entende o significado de cada palavra. Assim, há uma alfabetização mais rápida.

Quem estuda música tem melhor desempenho a matemática

Uma investigação da Universidade de Aveiro concluiu que as crianças que estudam música apresentam melhores desempenhos a Matemática comparativamente às que não têm. O estudo concluiu que quanto maior for o número de anos de aprendizagem musical melhor é o desempenho matemático, nomeadamente na área da Geometria.

A investigação desenvolvida por Carlos dos Santos Luiz, no âmbito da tese de Doutoramento realizada no Departamento de Educação da UA, destaca o facto de a associação entre aprendizagem musical e performance matemática permanecer evidente, mesmo após a remoção das diferenças entre alunos ao nível da inteligência e do nível socioeconómico.

Demonstra-se, assim, a aptidão preditiva das lições de música no desempenho matemático sem a interferência destas duas variáveis potenciadoras do desempenho académico”, assinala.”

Carlos dos Santos Luiz diz que “no âmbito da neurociência da música, as tecnologias imagiológicas e eletrofisiológicas permitem verificar diferenças anatómicas e fisiológicas entre músicos e não músicos ao nível do encéfalo”, sendo a aprendizagem musical precoce “o principal fator para a maioria das diferenças verificadas”.

Outro estudo levado a cabo estudo levado a cabo pela Northwestern University (NU), nos Estados Unidos, refere que as aulas de música na infância podem ser benéficas no desenvolvimento do cérebro na vida adulta, particularmente em funções de audição e processamento complexo de sons.

3. Concentração: a música também é benéfica para a criança aumentar a sua capacidade de concentração, e melhorar a sua capacidade de aprendizagem da matemática. A música é matemática pura. Além disso, facilita às crianças a aprendizagem de outras línguas, aumentando a sua memória.

4. A linguagem corporal: com a música, a linguagem corporal da criança é mais estimulada. Elas usam novos recursos para adaptar o seu movimento do corpo aos ritmos de diferentes, contribuindo assim para o reforço do controle rítmico de seu corpo. Através da música, as crianças podem melhorar a sua coordenação e combinar uma série de comportamentos.

A música tem o dom de unir as pessoas. A criança em contacto com a música aprende a conviver melhor com as outras crianças, a estabelecer uma comunicação mais harmoniosa.

Reflita sobre o assunto e se desejar recorra a exemplos de situações concretas para ilustrar a sua opinião.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, relacionados com os temas propostos nas Unidades, no âmbito da formação.

Participe e desenvolva, no seu ponto de vista, o tema exposto a debate. Se desejar, apresente exemplos representativos do que pretende ilustrar. Pode ainda comentar as participações dos colegas.

O post de cada formando não deve exceder a pág. A4 e deve ser submetido até ao final da semana. A sua participação conta  20% para a avaliação da Unidade.

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e curso para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Anúncios

20 thoughts on “Fórum do mês de julho – A importância da música no desenvolvimento infantil

  1. A musica é bastante importante na vida da criança desde pequenas as crianças devem ser sensibilizadas a ouvir musica.
    A primeira infancia é um periodo de mudanças rápidas e de desenvolvimento.
    Por isso uma educação musical pré-verbal ajuda a estruturaro pensamento e favorece a aprendizagem das habilidades linguísticas,matemáticas e espaciais.
    É necessário atenção por bparte do adulto para uma tarefa que está no alcance de todos e que representa uma grande ajuda para o desenvolvimento de diferentes capacidades.

    EL7072S Curso educação infantil

  2. A música é um elemento sempre presente na cultura humana. Sendo imprescindível na formação da criança para que ela, ao se tornar adulta, atinja sua maioridade intelectual e exerça sua criatividade de maneira crítica e livre. O filósofo grego Platão, na República, corrobora com essa afirmação ao colocar a música (e também a dança) como disciplina fundamental na formação do corpo e da alma, isto é, do carácter das crianças e dos adolescentes. Hoje, em qualquer escola que trabalha com educação infantil predomina, interagindo com as outras disciplinas do currículo, como, por exemplo, a matemática (a própria escala musical é mate matizada).

    Nesse sentido, este trabalho se justifica na medida em que procura demonstrar a importância da música para a formação da criança. Isso vale tanto para as actividades escolares quanto para todas as outras actividades desenvolvidas para e com a criança.

    Ademais, a música, além de contribuir para que os diversos conhecimentos sejam mais facilmente apreendidos pela criança, faz com que ela desenvolva sua criatividade, sua subjectividade e exerça sua liberdade, tornando-a, no futuro, um ser autónomo e capaz de exercer com responsabilidade seu papel de ser autónomo e cidadão. Divulgar a importância da música na vida das crianças e na educação infantil, contribuindo para a formação de seres humanos sensíveis, criativos e reflexivos.

  3. A música é considerada a linguagem universal, um meio de comunicação em todo o mundo e entre todas as pessoas. Mas nada é tão importante como o papel que desempenha no desenvolvimento do ser humano…
    Desde o nascimento, que os pais instintivamente se ligam aos filhos através da música: adormecem e acalmam as crianças com canções de embalar, brincam e interagem com canções e rimas divertidas. No entanto, se os pais souberem o impacto da música no desenvolvimento psicológico dos seus filhos, poderão estar mais atentos e trazer mais activamente a Música para o seu dia-a-dia.
    Quando é que a criança começa a ouvir?
    A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se: o bebé começa a ouvir por volta dos 5 meses, na barriga da mãe. Nessa altura, a mãe poderá começar a ouvir música clássica ou relaxante e também cantar para o seu bebé, de forma a que ele reconheça a sua voz e as músicas que o vão embalar mais tarde.
    Quais os benefícios da música para o desenvolvimento da criança?
    Diversos cientistas, investigadores, neurologistas e psicólogos têm-se debruçado sobre o papel da música no desenvolvimento da criança a vários níveis.

  4. Curso: Educação Infantil
    Nome: Andreia Martins
    N° de utilizador: EL6945R
    Fórum/Blog sobre
    A importância da música no desenvolvimento infantil:
    A importância da música no desenvolvimento infantil é enorme, visto que esta é considerada a linguagem universal, um meio de comunicação por todo o mundo e entre todas as pessoas. Mas nada é tão importante como o papel que desempenha no desenvolvimento do ser humano, principalmente nas crianças.
    Pois desde o seu nascimento, que os pais instintivamente se ligam aos filhos através da música: adormecem e acalmam as crianças com canções de embalar, brincam e interagem com canções e rimas divertidas. No entanto, se os pais souberem o impacto da música no desenvolvimento psicológico dos seus filhos, poderão estes estar mais atentos e trazer com mais frequência a Música para o seu dia-a-dia.
    Quanto a este assunto existem algumas questões que se coloca com alguma frequência:
    Quando é que a criança começa a ouvir?
    Os benefícios da música para o desenvolvimento da criança?
    A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se: o bebé começa a ouvir por volta mais ou menos dos 5 meses, na barriga da mãe. Nessa altura, a mãe poderá começar a ouvir música clássica ou relaxante e também cantar para o seu bebé, para que ele reconheça a sua voz e as músicas que o vão embalar mais tarde. Diversos cientistas, investigadores, neurologistas e psicólogos têm-se debruçado sobre o papel da música no desenvolvimento da criança a vários níveis, tais como:
    1) Desenvolvimentos Cognitivos;
    2) Desenvolvimento Sócio Emocional;
    3) Desenvolvimento Motor
    Desenvolvimentos Cognitivos – inúmeras pesquisas, desenvolvidas em diferentes países e em diferentes épocas, particularmente nas décadas finais do século XX, confirmam que a
    influência da música no desenvolvimento da criança é incontestável. Algumas delas
    demonstraram que o bebé, ainda no útero materno, desenvolve reações a estímulos
    sonoros.
    Diversos estudos demonstram que existe uma forte correlação entre a aprendizagem
    da música e o desempenho académico. Tocar um instrumento, ter aulas de música ou
    ainda apreciar de forma ativa a música, potencia a aprendizagem cognitiva,
    particularmente no campo do raciocínio lógico, da memória, do espaço e do raciocínio
    abstrato. Ao nível cerebral e do desenvolvimento neurológico, as recentes investigações
    sugerem que a música expande os canais neuronais e potencia a ligação entre os dois
    hemisférios cerebrais.
    Desenvolvimento Sócio Emocional- existem pesquisas que comprovam algo que muitos
    pais e educadores já imaginavam: os bebés tendem a permanecer mais calmos quando
    expostos a uma melodia serena e, dependendo da aceleração do andamento da música,
    ficam mais alertas.
    Realmente a realidade é que a criança quando estuda música em conjunto, torna-se mais
    comunicativa e convive com regras de socialização. A criança aprende a respeitar o tempo
    e a vontade do próximo; a criticar de forma construtiva; a ter disciplina; a ouvir e interagir
    com o grupo.
    É através do repertório musical que a criança se inicia como membro de determinado
    grupo social, desenvolvendo a sua identidade cultural e o sentido das regras e valores da
    sua sociedade em que se insere.
    Desenvolvimento Motor – através do movimento e da dança ao som da música, assim
    como através da aprendizagem de um instrumento musical, ou seja, a Música tem um
    papel fundamental na vida do Homem e, mais especificamente, no desenvolvimento da
    criança.
    O aconselhamento para todos os pais é incentivarem os filhos o gosto pela música, a
    ouvirem boa música com o seu filho e tudo isto desde muito cedo, de forma informal e
    descontraída.
    No sentido de beneficiar mais profundamente da música, em vários níveis de
    desenvolvimento, aconselha-se a aprendizagem mais formal da música, através de aulas e
    estudo de um ou vários instrumentos musicais.
    Termino este tema com uma citação de Aristótles:
    “A música torna os corações dos homens felizes: então, e apenas com base nisso,
    poderíamos assumir que os mais novos deveriam ser treinados para isso.”

  5. A importância da música no desenvolvimento infantil
    Aluna Ines Machado
    EL7679T

    A música é considerada a linguagem universal, um meio de comunicação em todo o mundo e entre todas as pessoas. Mas nada é tão importante como o papel que desempenha no desenvolvimento do ser humano…
    Desde o nascimento, que os pais instintivamente se ligam aos filhos através da música: adormecem e acalmam as crianças com canções de embalar, brincam e interagem com canções e rimas divertidas. No entanto, se os pais souberem o impacto da música no desenvolvimento psicológico dos seus filhos, poderão estar mais atentos e trazer mais activamente a Música para o seu dia-a-dia.
    Quando é que a criança começa a ouvir?
    A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se: o bebé começa a ouvir por volta dos 5 meses, na barriga da mãe. Nessa altura, a mãe poderá começar a ouvir música clássica ou relaxante e também cantar para o seu bebé, de forma a que ele reconheça a sua voz e as músicas que o vão embalar mais tarde.
    Quais os benefícios da música para o desenvolvimento da criança?
    Diversos cientistas, investigadores, neurologistas e psicólogos têm-se debruçado sobre o papel da música no desenvolvimento da criança a vários níveis.

    través do movimento e da dança ao som da música, assim como através da aprendizagem de um instrumento musical, a criança desenvolve a sua motricidade grossa e fina, respectivamente.
    Em suma, a Música tem um papel fundamental na vida do Homem e, mais especificamente, no desenvolvimento da criança.
    Incentive o gosto pela música, oiça boa música com o seu filho e tudo isto desde muito cedo, de forma informal e descontraída.
    No sentido de beneficiar mais profundamente da música, em vários níveis de desenvolvimento, aconselha-se a aprendizagem mais formal da música, através de aulas e estudo de um ou vários instrumentos musicais.

    Fiz alguma pesquisa e termino com uma citação de Aristótles “A música torna os corações dos homens felizes: então, e apenas com base nisso, poderíamos assumir que os mais novos deveriam ser treinados para isso.”

  6. A música é realmente importante no desenvolvimento das crianças, é algo que estimula os movimentos motores, sensoriais e na interacção com outras crianças e até a linguagem. Elas aprendem a interagir com outras crianças, a música é sem dúvida algo que ajuda muito no desenvolvimento da linguagem e motor, porque é normal as crianças imitarem o que ouvem ou vêem, e isso ajuda muito no seu desenvolvimento. Em crianças que sejam mais activas a música acaba por ajudar a melhorar a sua concentração. Essa pratica hoje é usada em várias escolas.

    Cátia Cancelinha
    Educação Infantil
    EL7393S

  7. A música é um elemento fundamental nesta primeira etapa do sistema educativo. A criança começa a se expressar de outra maneira e é capaz de integrar-se ativamente na sociedade, porque a música ajuda a ganhar independência nas suas atividades habituais, assumir o cuidado de si mesma e do meio, e ampliar seu mundo de relações. A música tem o dom de aproximar as pessoas
    escutar música é uma das atividades mais estimulantes para o intelecto das crianças,é um dos aprendizados mais agradáveis e divertidos. A música proporciona:

    – Melhor coordenação motora

    – Desperta a sensibilidade e criatividade

    – Ajuda à criança a comunicar-se

    – Trabalho em grupo

    – Aumento da autoestima

    – Aprendizagem do alfabeto, de ritmos

  8. A música está a ser introduzida na educação das crianças devido à importância que representa no seu desenvolvimento psicomotor, auditivo, linguístico, sócio afetivo e cognitivo. A música torna-se, assim, facilitadora do processo de aprendizagem das crianças.
    Algumas pesquisas demonstraram que, ainda no útero materno, o bebé desenvolve reações a estímulos sonoros, pois começa a ouvir aos 5 meses de gestação, daí muitas das futuras-mães começarem a estabelecer uma ligação entre o feto e a música. Desde o nascimento, os pais instintivamente estabelecem maiores laços afetivos com o filho através da música: brincam e interagem com canções infantis, adormecem e acalmam as crianças com canções de embalar, pois os bebés tendem a permanecer mais calmos quando expostos a uma melodia serena.
    Entrelaçando a música com o desenvolvimento das crianças, as mesmas tornam-se mais atentas e vão assim descobrindo as suas capacidades. Quando a criança estuda música em grupo, através de uma brincadeira ou de uma cantiga de roda, por exemplo, torna-se mais comunicativa e convive com regras de socialização iniciando-se como membro de determinado grupo social, ao desenvolver a sua identidade cultural e o sentido das regras e valores da sociedade em que se insere.
    Estudos demonstram que existe uma forte ligação entre a aprendizagem da música e o desempenho académico. A convivência das crianças com atividades musicais como tocar um instrumento ou ter aulas de música, por exemplo, favorece a aprendizagem cognitiva, particularmente no campo do raciocínio lógico e da memória. A partir dessas atividades, a criança desenvolve a sua capacidade auditiva e a expressão corporal, começando a acompanhar os movimentos, os gestos e também o ritmo melhorando a sua coordenação.
    Na etapa de alfabetização a criança é mais estimulada com a música. Através das canções infantis, em que as sílabas são rimadas e repetitivas, a criança melhora a sua forma de falar e de entender o significado de cada palavra.
    Termino com uma citação de Aristóteles, responsável pelo aparecimento da educação infantil, na Grécia clássica: “A música torna os corações dos homens felizes: então, e apenas com base nisso, poderíamos assumir que os mais novos deveriam ser treinados para isso.”

    Cátia Morais
    EL7457S
    Curso de Educação Infantil

  9. A música é uma linguagem que se traduz em formas sonoras capazes de comunicar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio de organização e relacionamento expressivo entre o som e o silêncio.A musica na educação infantil está relacionada a uma motivação diferente do ensinar, em que é possível favorecer a auto-estima, a socialização e o desenvolvimento do gosto e do senso musical das crianças dessa fase.
    A música possui um papel importante na educação das crianças. Ela contribui para o desenvolvimento psicomotor, sócioafetivo, cognitivo e linguístico, além de ser facilitadora do processo de aprendizagem.

    Cláudia Correia
    EL7165S

  10. A expressão musical desempenha importante papel na vida recreativa de toda criança, ao mesmo tempo em que desenvolve sua criatividade, promove a autodisciplina e desperta à consciência rítmica e estética. A música também cria um terreno favorável para a imaginação quando desperta as faculdades criadoras de cada um. Também ajuda a melhorar a sensibilidade das crianças, a capacidade de concentração e a memória, trazendo benefícios ao processo de alfabetização e ao raciocínio matemático A música estimula áreas do cérebro não desenvolvidas por outras linguagens, como a escrita e a oral.
    Na hora de embalar a musica também transmite calma ao bebé ajudando no processo de dormir. Como já foi dito nos comentários a cima o bebé dentro da barriga da mãe às 25 semanas já é capaz de distinguir a voz dos pais entre outros ruídos do espaço exterior. Às 29 semanas já é capaz perfeitamente de ouvir música.Estudos sobre a relação entre a inteligência e a música, revelam que entre os três e os quatro anos, a habilidade espacial, a coordenação motora e a capacidade de atenção, ficam ampliadas se as crianças usufruírem de aulas de piano.
    Portanto a música só traz benefícios positivos ao desenvolvimento infantil.

    Raquel Monteiro, Puericultura, EL6786R

  11. Deisy Jardim
    EL7730T
    Educação Infantil
    Puericultura

    Desde a gestação mais propriamente ás 21 semanas e ainda feto dá-se o início da aventura sonora do bebé, não de forma clara mas já consegue sentir a nível auditivo o mundo que o espera.
    Enquanto bebé e criança é muito importante o contacto com a música pois desperta novas sensações e incentiva ao desenvolvimento a nível físico e psicológico.
    Os bebés ficam muito atentos e consoante o tipo de som/música acalmam ou despertam e isso é-lhes incutido mesmo sem nos apercebermos quando os ninamos (adormecemos) com canções de embalar ou quando brincamos com eles e cantamos ou colocamos musicas alegres para interagirmos com eles, estimulá-los e é uma forma de amar.
    Nas crianças a nível psicológico há um desenvolvimento brutal em relação á auto estima e melhora o á vontade da criança com o seu corpo e principalmente com a interação com outras crianças e/ou adultos.
    A nível de aprendizagem do alfabeto, números e cores com a música é muito mais fácil, motivador e empolgante para eles enquanto crianças. Até a aprendizagem da escovagem dos dentes, de ir ao wc e a hora de ir dormir se forem ensinadas através de músicas e movimentos corporais é muito melhor recebido.
    A nível do desenvolvimento motor, juntando todas as mais valias é a cereja no topo do bolo pois a música liberta-os e incentiva-os a moverem-se consoante a música e o que dela ouvem. Como referi anteriormente na escovagem dos dentes, na aprendizagem das partes do corpo, etc.
    Na minha experiência a nível de música, instrumentos e interacção com crianças posso dar o exemplo da Capoeira uma arte antiga que envolve a parte musical instrumental e movimento, já vi crianças com dificuldades motoras a melhorarem a olhos vistos ao praticarem esta arte, este desporto! O movimento levado pelas cantigas acompanhadas pelos instrumentos é simplesmente lindo de se ver.
    Acredito que a longo prazo a música seja sempre uma mais valia, uma benesse pois até para nós adultos nos ajudam em momentos menos felizes e é com música que celebramos os momentos felizes!

  12. Erika costa Puericultura EL6139P
    Concordo com tudo a respeito do estudo a música ,em forma de lenga -lengas ,versos ,e muitas das vezes faladas e uma facilitadoras para o aprendizado ,para descontrair ,para comunicação ,ajudar uma criança tímida a deixa um pouco a timidez de lado ,um a canção pode ensinar mais do que estar em uma aula aplicando uma matéria bem chata .Meu filho esta no 1ºano ,e a SªPrª cada em várias horas e canta para ensinar e vejo que o aprendizado e uma apredizado com mais entusiasmos e participação ativa das crianças , e é uma forma com que as criança gostar de ir para escola ,acho que vai pelo bom caminho .A música ajuda em todos os lado seja ele emocional ,psicologicamente e pessoalmente ,uma boa música faz maravilhas .

  13. Concordo plenamente com este texto.
    Tenho uma filha de três anos, ela adora música (principalmente músicas infantis) ela aprende muito com elas, aprendeu os números as cores e até já esta dizendo em inglês 😊… a nível motor também é uma grande ajuda pois eles começam a imitar as danças e vai exercitando a sua aptidão… a nivel social também, pois ajuda na comunicação…
    A música é muito importante para o desenvolvimento da criança, mesmo antes de nascer… a minha pipoca ouvia muito na barriga… e não é que ajuda mesmo a acalmar um bebé…
    Devemos sempre usar a música na nossa vida, ela acalma, anima, exercita o psicólogico e o motor…. 🎵🎶🎵🎶

    Tânia Oliveira
    Educação infantil EL7058S

  14. A música é muito importante no desenvolvimento psicológico do Homem (principalmente no dos bebés.
    A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se. Aparte das 19/20 semanas de gestação o bebê já ouve os sons do exterior, a voz da mãe e do pai e das pessoas com quem a mãe se relaciona.
    A mãe pode começar a cantar e a ouvir música que depois mais tarde pode usar para acalmar o seu bebê quando ele fica mais irritado,
    Há estudos que revelam que a música potência a aprendizagem cognitiva, a nível de raciocínio lógico, da memória, do espaço é do raciocínio abstrato.
    A nível neurológico á estudos que apontam no sentido de que a música alarga os canais neuronais e potência a liga entre os dois hemisférios cerebrais.
    Quando o ritmo da música é calmo o bebê fica mais sereno, se o ritmo da música for mais acelerado o bebê fica mais alerta.
    A música também pode ajudar no desenvolvimento motor, visto que ao som da música pode aprender a dançar, bem como aprender a usar um instrumento musical e assim desenvolver motricidade fina e grossas.

    Ana Marques
    EL7440S

  15. A importância da música no desenvolvimento infantil

    Desde o nascimento, que os pais instintivamente se ligam aos filhos através da música: adormecem e acalmam as crianças com canções de embalar, brincam e interagem com canções e rimas divertidas.
    A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se: o bebé começa a ouvir por volta dos 5 meses, na barriga da mãe. Nessa altura, a mãe poderá começar a ouvir música clássica ou relaxante e também cantar para o seu bebé, de forma a que ele reconheça a sua voz e as músicas que o vão embalar mais tarde.
    Diversos cientistas, investigadores, neurologistas e psicólogos têm-se debruçado sobre o papel da música no desenvolvimento da criança a vários níveis.

    Desenvolvimento Cognitivo

    O bebé, ainda no útero materno, desenvolve reacções a estímulos sonoros.

    Desenvolvimento Sócio-Emocional

    Os bebés tendem a permanecer mais calmos quando expostos a uma melodia serena e, dependendo da aceleração do andamento da música, ficam mais alertas.
    Quando a criança estuda música em conjunto, torna-se mais comunicativa e convive com regras de socialização. A criança aprende a respeitar o tempo e a vontade do próximo; a criticar de forma construtiva; a ter disciplina; a ouvir e interagir com o grupo
    .
    Desenvolvimento Motor
    Através do movimento e da dança ao som da música, assim como através da aprendizagem de um instrumento musical, a criança desenvolve a sua motricidade grossa e fina, respectivamente.

    A música está sendo introduzida na educação das crianças em idades pré-escolares, devido a importância que representa no seu desenvolvimento intelectual, auditivo, sensorial, da fala e motor.

    A música é um elemento fundamental nesta primeira etapa do sistema educativo. A criança começa a expressar se de outra maneira e é capaz de integrar-se ativamente na sociedade, porque a música ajuda a ganhar independência nas suas atividades habituais, assumir o cuidado de si mesma e do meio, e ampliar o seu mundo de relações.
    Escutar música é uma das atividades mais estimulantes para o intelecto das crianças.

    A música proporciona:

    – Melhor coordenação motora

    – Desperta a sensibilidade e criatividade

    – Ajuda à criança a comunicar-se

    – Trabalho em grupo

    – Aumento da autoestima

    – Aprendizagem do alfabeto, de ritmos, matematica , linguas etc.

  16. Maria João Furtado

    EL6923R

    A primeira infância constitui-se como uma fase crucial para o desenvolvimento das diferentes competências inerentes ao ser humano, que posteriormente actuarão nas suas diversas áreas de funcionamento. Desta forma, entende-se que as primeiras experiências de aprendizagem são fundamentais para o resto da vida, na medida em que a interacção das crianças com adultos significativos e materiais ajustados às suas aptidões e necessidades funcionam como pontos-chave para a construção da personalidade, autonomia e independência.
    Com a introdução da musica na vida da criança ela tem um desenvolvimento harmonioso, desenvolvimento das aptidões linguísticas, trabalha como um “objecto intermediário”. A musica é um elo muito significativo no desenvolvimento da criança.

  17. Boa tarde! A música realmente é “mágica”. Ao ler este breve resumo fiquei encantada, pois não tinha noção que a música em si, ajudava a pessoa a ter melhor desempenho a Matemática. A Matemática sempre foi aquele “quebra-cabeça” para muitos alunos… e, ao utilizarem este método juntamente com o esforço e dedicação de estudar, certamente obterão melhores resultados. Na minha opinião, a música, muitas das vezes, é como uma “companhia”, pois, posso escutá-la quando estou feliz, triste ou pelo simples facto de querer ouvi-la, já para não falar, que a música, dá-nos a opção de escolher qual o género queremos ouvir. Algo também muito importante a referir, são os seus instrumentos musicais, pois cada um tem um som especial, e, se o aprendemos a tocar desde pequeninos, melhor ainda. Eu recomendo os pais a incentivarem os filhos a participarem em atividades ou algo que esteja relacionado com a música, pois é muito divertido. Algo que também é fofinho, é quando a mamã grávida utiliza a música em si, para comunicar-se com o seu futuro filho (cantando ou pondo uma canção perto da sua barriguinha)… 🙂

  18. A musica é considerada uma linguagem universal, um meio de comunicação em todo o mundo e entre todas as pessoas. Nada é tão importante como o papel que desempenha no desenvolvimento do ser humano.
    Desde o nascimento que os pais instentivamente se ligam aos filhos atraves da musica, adormecem e acalmam as crianças cantando musicas de embalar, brincam e interagem. A audição é um dos primeiros sentidos a desenvolvel, o bebe começa a ouvir por volta dos 5 meses na barriga da mãe.

    Desenvolvimento cognitivo.
    Há estudos nos finais do seculo XX, que confirmam que o bebe, ainda no utero materno, desenvolvem reações a estimulos sonoros. A nivel cerebral e do desenvolvimento neurologico, as recentes investigações surgem que a musica expande os canais neuranais e potencia a ligação entre os dois hemisférios cerebrais.

    Desenvolvimento Socio-emocional.
    Quando a criança estuda musica em conjunto, torna-se mais comunicativa e convive com regras de socialização.
    Através de movimentos e da dança ao som da musica, assim como atraves da aprendizagem de um instrumento musical, a criança desenvolve a sua motricidade grossa e fina

    Cristina Marvanejo

  19. Encerramento do Fórum.
    Caros alunos e alunas,
    Gostei muito das vossas participações no Fórum/Blog deste mês.
    Os vossos comentários, foram muito enriquecedores, ponderados e devidamente fundamentados, especiais, cada um em particular.
    Apresentaram exemplos, críticas, e opiniões pertinentes. Mostram o vosso interesse e conhecimento sobre o tema apresentado.
    Todos cumpriram os objetivos propostos de refletir sobre esta temática.
    Gostaria de relembrar que o fórum está aberto à participação dos alunos, não só nos comentários, como também na elaboração de artigos ou escolha de temas. Fico a aguardar a vossa contribuição. Se estiverem interessados podem enviar-me um email com o texto que gostariam de ver publicado.

  20. A música vai além daquilo que ouvimos. Quando inserida na rotina das crianças e dos adolescentes, as canções contribuem para o desenvolvimento neurológico, afetivo e motor da criança.
    Puericultura
    EL6352P

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s